Indefinido

17:32:00

Olha esse tempo verbal,não verbaliza errado,como se eu tivesse que ouvir qualquer coisa.

Não me diz que vai e fica,não me põe palavras na boca e não me faz tentar adivinhar o que está prestes a sair da tua.

Diz o que tiver que dizer,sem vírgulas fora do lugar ou pontuações sem sentido.

Não se faz indefinido,fala comigo,

mostra cada um dos teus sinais,

me diz o que vem depois das reticências e me deixa finalizar alguns parágrafos.

É hora de virar a página,não acha?!

Suelen Muniz
indefinido




Hello queridos,depois de uma vida sem postar,voltei!Espero que dessa vez a coisa vá direitinho,rs.Saudade de vocês.Beijo e abraço =)
Ah e pra quem quiser me encontrar um pouco mais,segue a página do blog no face que eu ando colocando uns pensamentos por lá.
Ela tá aqui do lado,mas vou colocar o link aqui também Viver é Aprender no face!

You Might Also Like

18 Pensaram comigo,=)

  1. Olá querida Suelen!
    Não desapareça mais não viu?
    Seus textos nos fazem sempre meditar e aprender.
    Grande beijo em seu coração e agradeço sua doce visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Teresa,
      Vou tentar não desaparecer,rs
      Obrigada pelo carinho de sempre,fico muito feliz que goste do que escrevo.
      beijoo =)

      Excluir
  2. Adorei.
    Só não coloque ponto final..
    Não suma mais.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bandys,
      Obrigada!
      Vou tentar estar mais presente.
      beijoo =)

      Excluir
  3. Sue,tb não gosto de situações indefinidas.Ás vezes prefiro um sonoro NÃO,pelo menos eu sei onde posso seguir.bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne,
      Situações indefinidas são as piores,essa coisa de chove e não molha é sempre chata né?
      Também penso assim.
      beijo =)

      Excluir
  4. adorei seu texto...

    muito bom mesmo!!!!!!!!!!!!


    bjo grd,meu carinho sempre!!!


    Zil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zil,
      Obrigada,que bom que gostou!
      beijo =)

      Excluir
  5. Oi, Suelen!

    Tenha um "retorno" repleto de inspirações!
    Lindo texto!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jossara,
      Obrigada,de vez em quando a gente precisa dar um tempinho.
      Obrigada.
      beijo =)

      Excluir
  6. Oi, Su! às vezes me pego pensando que em alguns departamentos da minha vida ainda me recuso a virar a página..A reticências dá a ideia de continuidade e é um bom recurso quando não queremos a finitude.
    Por outro lado, o ponto final, quando devidamente utilizado, é libertador.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia,
      Então somos duas,acho que isso de colocar muitas reticências acaba virando problema,às vezes é preciso mudar mesmo.
      abraço =)

      Excluir
  7. Muito lindo,Suellen! Acabei de embarcar o filho...Assim, retornando ao mundo dos blogs.beijos, obrigada pelo carinho,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica,
      Obrigada.
      Espero que tenha curtido bastante o filho,estar com quem amamos é sempre bom.
      abraçãoo =)

      Excluir
  8. O ponto final pode ser o começo de uma nova fase maravilhosa, mas muitas vezes estamos presos nas reticências. Quando elas não fazem mais sentido, a página deve ser mudada. Lindo texto! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      Sim,as reticências podem ser inimigas às vezes.
      Obrigada!
      beijo =)

      Excluir
  9. Voltou inspirada!

    Suuu, quando coloco reticências é porque minhas ideias voam mesmo... preciso até de freios! rsss


    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sissym,
      Na verdade tenho alguns textos guardados e achei que esse seria bom dividir com vocês.
      E às vezes a ideia vai longe mesmo,se a gente não segurar já viu,rsrs
      beijos fada amiga =)

      Excluir

Que o amor que há em mim chegue até você também!
Obrigada pela visita e volte sempre,que a porta dos sentimentos estará sempre aberta para o seu pensamento!=)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta a página do blog no Facebook

Procurar