Contos da vida #7

22:10:00

O fim

Parada em frente ao portão,esperando sabe-se Deus o quê.Arrasada,com seu olhar fixo em nada,refletindo todo o vazio,abandono.Talvez ela tenha 20 ou 50,não dá pra saber.A dor congelou sua expressão,seus gestos,sua voz.


E o tempo não é mais o mesmo,deixou de ser.Depois daquele dia,daquela porta fechada,trancou o seu coração.Os planos,os sonhos,o vestido,o dia tão desejado,o futuro roubado,os quadros na parede,casa impecável,vida desarrumada.

Nem sequer um pedido de desculpa,o choro,as roupas sendo colocadas com cuidado na mala,o chão,gritos sem solução.Escada,as fotos na sala,uma súplica,chave do carro,pés descalços,chuva,acabou.As flores vivas e ela morta em frente ao portão.
Suelen Muniz

fim

You Might Also Like

18 Pensaram comigo,=)

  1. Que lindo Suelen!
    Triste, mas lindo, seus textos poéticos sempre são tão lindos e verdadeiros, eu amo.
    Um beijo no coração querida amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro teus comentários Maria Teresa,
      Você sempre me incentiva e tem um carinho muito bom.
      Beijoo =)

      Excluir
  2. Boa noite!

    Maravilhosamente poético.
    Amei!
    braços
    Sinval

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sival,
      Que bom que gostou,seja bem-vindo.
      Abraço =)

      Excluir
  3. Olá, Boa noite, Suelen...
    Belo conto...
    ..penso que quando estamos no meio desse turbilhão de "mudanças" de planos achamos que tudo será eterno, nada voltará ser o mesmo ,a tristeza se instala, mas não é! Tudo muda, basta querer por isso!São portanto, reações normais aos acontecimentos mais difíceis da vida de qualquer pessoa, que se instalam e persistem por alguns dias! Não é hora de procurar culpados, e muito menos de sentir-se culpada. Simplesmente porque culpas não resolvem nada. É preciso que tenha coragem de mudar... mudar tudo e refazer os planos...se tiver que ser sozinha, que assim seja...
    Obrigado pelo carinho, bela semana, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Felis,
      Você tem sempre mensagens tão lindas.
      Adoro lê-las.
      Abraço =)

      Excluir
  4. Apesar de ser um conto triste, não deixa de ser lindo e poético por sua excelência. Contudo, o tempo mostrará para ela que ainda é possível encontrar outro caminho e outro motivo para sorrir. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      Obrigada,acho que sempre há beleza nas coisas poéticas,sejam bonitas ou tristes.
      beijo =)

      Excluir
  5. É um texto muito belo! O que é a vida senão aquilo que desejamos dela? Então, esse belo conto nos coloca de frente para alguém que prefere dar-se por morta, pois a chave girou na ignição de um carro, num dia de chuva, e quem mais ela queria da vida se foi, deixando-a viva e morta, com o silêncio que guarda tantas coisas por serem ditas! Muito belo. Tão belo quanto o dia em que ela finalmente vai despertar e ver que a vida prosseguiu, que a vida dele prosseguiu, que o não olhar para trás dele é tudo em que ela precisa meditar para ganhar forças... E reviver! Beijosssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas,
      Fico feliz que tenha gostado!Adorei o comentário.
      Seja sempre bem-vindo!

      Excluir
  6. Oi,Su!Saudades de ti menina!Como andam as coisas por ai?O fim nunca é fácil, é sempre doloroso, triste, mas como tudo na vida passa, os dias passam e as dores amenizam e lá na frente nos damos de conta que foi melhor assim,claro que isso tudo leva tempo,nessas horas é preciso ter paciência, chorar, viver o luto e esperar porque dias melhores com certeza virão.
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Si,
      Saudade também viu.
      Aqui tá tudo tranquilo,espero que por aí também.
      Viver o luto pra renascer.
      beijoo =)

      Excluir
  7. Olá Suelen!

    É com uma baita cara-de-pau e na torcida se ser compreendido, que passo por aqui hoje, com esta mensagem padrão, para lhe convidar a conhecer o meu novo livro: Tempos Verbais! Assim como os demais, ele também está disponível gratuitamente em formato eletrônico:

    Desce Mais Uma! - Lançamento Tempos Verbais

    Se puder me ajudar divulgando aos seus amigos, ficarei muito grato!

    Muito obrigado,

    Rafael

    ResponderExcluir
  8. Oi, Suellen!
    Um conto que traduz muito da vida. Quantas pessoas sentem uma tristeza congelante, que as fazem parar no tempo, parar até de viver? Um contraste e tanto: Flores vivas e ela morta!
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luma,
      A vida tem muito desses contrastes.
      beijoo =)

      Excluir
  9. Suellen, voltando aos espaços dos amigos depois de um tempo distanciada. Mudei definitivamente de endereço e o Infinito não existe mais.
    Se desejar me visitar me encontrará em

    www.euflordealfazema.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Malu,
      Obrigada por avisar do novo blog,vou visitá-lo com certeza.
      beijoo =)

      Excluir

Que o amor que há em mim chegue até você também!
Obrigada pela visita e volte sempre,que a porta dos sentimentos estará sempre aberta para o seu pensamento!=)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Curta a página do blog no Facebook

Procurar